Resenha: Destino

Livro: Destino
Autora: Ally Condie
Editora: Suma de Letras

“Como podemos apreciar qualquer coisa por completo quando somos sobrecarregados por coisas demais”?  Quem nunca se fez essa pergunta depois de um longo e cansativo dia, depois de consumir todo o tipo de informação? Não importa se estamos no carro, na rua, em casa… O tempo todo estamos sendo bombardeados com uma enxurrada infinita de estímulos, sejam eles sonoros, visuais, olfativos, táteis e palatáveis.

Mas a Sociedade mudou isso. O que para nós é tão presente, para eles é passado. “Todo mundo tinha tecnologia, tecnologia demais, e as consequências foram desastrosas”. Essa é a realidade de Destino: um mundo onde tudo é controlado, dosado e… bem, proibido. Você pode ler um dos Cem Poemas, ouvindo uma das Cem Músicas, antes da aula de Cem Acontecimentos Históricos. Essa é toda a informação que você pode absorver. Mas, é claro, esse é apenas um pequeno sacrifício diante da possibilidade de uma vida saudável e duradoura. Todos os males foram extintos e o futuro é brilhante e certeiro (e previsível). Você tem algum problema? Não se preocupe! É só apelar para um dos três comprimidos que todos levam consigo: o azul, o verde ou o misterioso vermelho, que tudo ficará bem!

Cassia, uma doce menina de 17 anos, está nervosa. Ela está prestes a conhecer o Par que lhe foi designado e com quem ela irá se casar e construir uma família. Quando o seu parceiro misterioso é revelado, ela não poderia ficar mais feliz: se trata de Xander, seu amigo de infância de quem ela tanto gosta. Porém, o que deveria ser simples, acaba se tornando uma enorme complicação. Isso porque um erro incomum no Sistema de Pares acaba levando a garota a repensar como poderia ser o seu futuro.

Determinada, curiosa e corajosa, Cassia começa a questionar (mesmo que silenciosamente) quais são de fato as intenções da “toda poderosa” Sociedade e os métodos pouco ortodoxos dos Funcionários, responsáveis por manter a ordem. Esses pensamento se agravam ainda mais depois que ela se aproxima de Ky, um garoto que até então tem estado à margem dos acontecimentos.

O livro pode te parecer familiar (oi 1984, oi Jogos Vorazes), mas é mais do que cativante! Comecei a lê-lo no ônibus, na manhã de quarta-feira, enquanto ia para a aula. Antes mesmo da hora do almoço já estava na página 100. Tudo porque é simplesmente impossível largar a história enquanto ela não termina! O ritmo é bom, a escrita também e os personagens são bastante carismáticos.

Portanto, se você gosta de uma boa história, tenho certeza de que vai sair correndo para a livraria mais próxima para colocar a mão em Destino. E você não vai se arrepender!

About Marcia Murata

Advogada. Não vive sem fones de ouvido, desde a época do Walkman. Leitora compulsiva, de livros a bula de remédio. Rendeu-se atualmente ao livros eletrônicos e gostaria que as editoras brasileiras investissem mais nesse novo meio.