Google+
Notícias
0

O Hobbit Todos os pôsteres de A Batalha dos Cinco Exércitos

O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos chega aos cinemas brasileiros no dia 17 de dezembro, com a conclusão das aventuras de Bilbo Bolseiro. Confiram o novo pôster e todos os outros já lançados para o terceiro filme:

O Hobbit 3 A Batalha dos Cinco Exércitos poster 011

 

Não podemos terminar a trilogia sem termos todos os pôsteres colocados lado a lado e formando 3 artes belíssimas, desde Uma Jornada Inesperada até o final da história.

O Hobbit PôsterCom o último filme enfim teremos a versão cinematográfica de A Batalha dos Cinco Exércitos, após terem despertado a fúria de Smaug. Abaixo você também confere o trailer oficial do filme.

0

Confira os lançamentos da editora Novo Conceito em novembrow

A editora Novo Conceito trás muitas novidades esse mês! Confira e escolha o seu predileto!

“Eve e Adam” de Michael Grant

Eve-Adam[SINOPSE:  Todo mundo devia ter defeitos. Não é isso que nos torna interessantes? Não é isso que nos impede de sermos cópias uns dos outros?  Filha única da poderosa e fria geneticista Terra Spiker, Eve quase perde uma perna em um atropelamento. O processo de cura no luxuoso complexo Spiker transcorre com uma rapidez impressionante, o que desperta a curiosidade da menina.  Antes que Eve estreite os laços com Solo, um rapaz que compartilha segredos com a corporação, a Dra. Spiker propõe um desafio a sua filha: Eve terá a chance de testar, em primeira mão, um software desenvolvido para manipular genes humanos. Ela poderá criar o garoto ideal, sob medida!  Mas brincar de Deus tem consequências, e agora Eve vai descobrir até que ponto existe perfeição.]

“Vermelho como o Sangue” de Salla Simukka

vermelho[SINOPSE: No congelante inverno do Ártico, Lumikki Andersson encontra uma incrível quantidade de notas manchadas de vermelho, ainda úmidas, penduradas para secar no laboratório de fotografia da escola. Cédulas respingadas de sangue. Aos 17 anos, Lumikki vive sozinha, longe de seus pais e do passado que deixou para trás. Em uma conceituada escola de arte, ela se concentra nos estudos, alheia aos flashes, à fofoca e às festinhas dominadas pelos garotos e garotas perfeitos. Depois que se envolve sem querer no caso das cédulas sujas de sangue, Lumikki é arrastada por um turbilhão de eventos. Eventos que se mostram cada vez mais ameaçadores quando as provas apontam para policiais corruptos e para um traficante perigoso, conhecido pela brutalidade com que conduz os seus negócios. Lumikki perde o controle sobre o mundo em que vive e descobre que esteve cega diante das forças que a puxavam para o fundo. Ela descobre também que o tempo está se esgotando. Quando o sangue mancha a neve, talvez seja tarde demais para salvar seus amigos. Ou a si mesma.]

“As estranhas e belas mágoas de Ava Lavender“  de Lesley Walton

asestranhas[SINOPSE: Gerações da família Roux aprenderam essa lição da maneira mais difícil. Os amores tolos parecem, de fato, ser transmitidos por herança aos membros da família, o que determina um destino ameaçador para os descendentes mais jovens: os gêmeos Ava e Henry Lavender. Henry passou boa parte de sua mocidade sem falar, enquanto Ava que em todos os outros aspectos parece ser uma jovem normal nasceu com asas de pássaro. Tentando compreender sua constituição tão peculiar e, ao mesmo tempo, desejando ardentemente se adaptar aos seus pares, a jovem Ava, aos 16 anos, decide revolver o passado de sua família e se aventura em um mundo muito maior, despreparada para o que ela iria descobrir e ingênua diante dos motivos distorcidos das demais pessoas. Pessoas como Nathaniel Sorrows, que confunde Ava com um anjo e cuja obsessão por ela cresce mais e mais até a noite da celebração do solstício de verão. Nessa noite, os céus se abrem, a chuva e as penas enchem o ar, enquanto a jornada de Ava e a saga de sua família caminham para um desenlace sombrio e emocionante.]

“O jeito que me olha” de Bella Andre

ojeito[SINOPSE: Depois de construir uma sólida carreira como detetive particular – especializado em casos de infidelidade -, Rafe Sullivan perdeu a fé nas relações humanas. As únicas histórias de amor verdadeiro que conhece são a dos seus pais e as dos seus primos, que Vivem na Califórnia. Quando Rafe precisa sair de Seattle para descansar e esfriar a cabeça, sua irmã, Mia, sugere uma temporada na cidadezinha onde a família costumava passar as férias de verão. No cenário de sua infância, Rafe reencontra Brooke Jansen, que, de garotinha doce e inocente, transformou-se em uma mulher de beleza incomum. Nenhum dos dois consegue ignorar o clima de sedução, e é Brooke quem toma a iniciativa: ela propõe a Rafe um caso de verão, sem amarras nem cobranças. Rafe luta para convencê-la de que eles devem continuar sendo apenas amigos… embora ele mesmo não esteja 100% convencido disso.]

“Apenas Um Dia” de Gayle Forman

APENASUMDIA[SINOPSE: A vida de Allyson Healey é exatamente igual a sua mala de viagem: organizada, planejada, sistematizada. Então, no último dia do seu curso de extensão na Europa, depois de três semanas de dedicação integral, ela conhece Willem. De espírito livre, o ator sem destino certo é tudo o que Allyson não é. Willem a convida para adiar seus próximos compromissos e ir com ele para Paris. E Allyson aceita. Essa decisão inesperada a impulsiona para um dia de riscos, de romance, de liberdade, de intimidade: 24 horas que irão transformar a sua vida. Apenas um Dia fala de amor, mágoa, viagem, identidade e sobre os acidentes provocados pelo destino, mostrando que, às vezes, para nos encontrarmos, precisamos nos perder primeiro… Muito do que procuramos está bem mais perto do que pensamos.]

0

Antologia organizada por Stephanie Perkins chega ao Brasil

Dá para acreditar que o Natal está chegando? A editora Intrínseca divulgou a capa da Antologia Natalina organizada pela fofa da autora Stephanie Perkins, com lançamento previsto para novembro.

“O Presente do Meu Grande Amor” terá  contos  escritos por: Holly Black (Mestres da Maldição),Ally Carter (Ladrões de Elite), Matt de la Peña (Infinity Ring), Gayle Forman (Se Eu Ficar), Jenny Han(O Verão Que Mudou a Minha Vida), David Levithan (Todo Dia), Kelly Link (O Estranho Mundo de Zofia e Outras Histórias), Myra McEntire (Amor Contra o Tempo), Rainbow Rowell (Eleano & Park), Stephanie Perkins (Lola e o Garoto da Casa ao Lado), Laini Taylor (Feita de Fumaça e Ossos), e Kiersten White(Polícia Paranormal).

opresente

[SINOPSE: Se você ama contos e livros envolvendo o natal, você vai se apaixonar por  O Presente do Meu Grande Amor, escrito por doze autores bestsellers e editado pela autora de Anna e o Beijo Francês.]

0

Game of Thrones | O que está acontecendo com a Quinta Temporada?

No segundo bimestre de 2015, devemos ter a aguardada estréia da quinta temporada de Game of Thrones, e as gravações estão a todo vapor, em Dubrovnik (locação Croata para Porto Real) e na Espanha, que servirá de cenário para Dorne, porém algumas notícias dos bastidores da produção são bem pouco animadoras para quem leu os livros: uma série de grandes e importantes personagens não serão adaptados, dentre eles Lady Stoneheart (que não iremos dar maiores explicações para evitar spoilers aos não leitores), Arianne Martell (filha de Doran Martel e princesa de Dorne, uma personagem narradora em O Festim dos Corvos) e Arys Oakheart (membro da guarda real enviado a Dorne para proteger a princesa Myrcella), que será substituído por Jaime Lannister, o que pode impactar os acontecimentos que envolvem o destino deste último em A Dança dos Dragões.

Além disso, imagens dos bastidores comprovam que já estão gravando um encontro de Tyrion Lannister com Daenerys Targaryen em Meereen, fato que nunca ocorreu em nenhum dos livros, e nos leva a perguntar se Tyrion terá sua jornada com outro personagem igualmente importante que ele deveria encontrar.

Isso sem considerar as alterações que os produtores tomaram a liberdade de fazer na terceira e quarta temporadas, inclusive a morte de personagens que continuam vivos e saltitantes nos livros seguintes.

As notícias não deixam de ser um balde de água fria para a maioria dos fãs, já que era motivo de orgulho poder dizer que a série em suas primeiras temporadas era fiel a cada vírgula dos livros, e fazia jus à grandiosidade da obra. Será que o envolvimento do autor George R. R. Martin diminuiu? Será pressão da HBO para tornar a série mais comercial?

Abaixo deixamos um vídeo  com os bastidores de gravações da quinta temporada em Dorne:

 

E uma olhadinha no visual das serprentes de Areia (filhas bastardas de Oberyn), Tyrion em Meereen ao lado de Dany e nos representantes da fé em Porto Real, e o visual de Doran Martell (Alexander Siddig):

A quinta temporada de Game of Thrones ainda não tem data oficial de estreia, e irá adaptar partes dos livros O Festim dos Corvos e A Dança dos Dragões. A série está confirmada pelo menos até a sexta temporada.

Ai, que decepção…

1

Resenha: Outlander – A Viajante do Tempo

LiOutlander Capavro: Outlander – A Viajante do Tempo

Série: Outlander

Autor: Diana Gabaldon

Editora: Saída de Emergência

[Sinopse: Claire, a protagonista de A viajante do tempo é uma mulher de personalidade forte, lutando para se manter num mundo de homens violentos, que busca seu verdadeiro amor enquanto participa de importantes acontecimentos da história. Claire Beauchamp Randall foi separada de seu marido Frank pouco depois da lua-de-mel, quando ele foi convocado para lutar na Segunda Guerra Mundial. Ao final do conflito, Claire e Frank se reencontram e retomam a vida que tinham em comum numa viagem a Escócia. Mas o reencontro não ocorre da forma esperada. Parece haver entre a esposa e o marido um distanciamento muito maior do que aquele causado pelos anos de guerra. Ao visitar uma antiga e mística formação de rochas, Claire finalmente vai conhecer seu destino.]

ATENÇÃO: A resenha a seguir contém doses explícitas de fangirlismo, ataques de pelanca e imparcialidade praticamente zero. Estejam prontos para gifs e momentos surtados.

Bem, vamos começar com um resumão do que você irá encontrar ao ler Outlander, antes de nos lançarmos de cabeça na análise e ataques sobre o enredo:

No pós segunda guerra mundial, a ex enfermeira de campanha, Claire, viaja com seu marido Frank para as Terras Altas da Escócia para uma segunda lua de mel. Lá, enquanto Frank se afunda em pesquisar sua árvore genealógica de antepassados notáveis, Claire percebe que parte da sociedade de mulheres ainda crê no misticismo folclórico do passado, e eventualmente se reunem para rituais em volta de um circulo de pedras no alto de uma colina. Um dia, Claire visita sozinha o circulo de pedras, e ao entrar nele é transportada de volta no tempo em mais de 200 anos, para a Escócia de 1743, às vésperas da revolução Jacobita.

Ao chegar lá, Claire terá de lidar com um nêmesis inesperado: o capitão Inglês Jack Randall, que é um dos antepassados de seu marido, e é fisicamente idêntico a ele, porém não se pode falar o mesmo da moral deturpada do capitão. Claire então é resgatada/sequestrada por homens do Clã Mackenzie e se vê cada vez mais envolvida com um deles, Jamie, que além de ter um histórico turbulento com o capitão Randall, ainda tem uma maior importância para o destino dos clãs das Terras Altas do que a primeira impressão sugere.

Claire constantemente terá de lidar com o dilema de seu envolvimento com Jamie, o desejo de retornar para sua época e o medo de ser descoberta como uma viajante do tempo.

Esse é um resumo muito resumido das incríveis 799 páginas dessa edição. Sim, é um livro muito, muito, muito extenso, e que – pegando onda na febre Game of Thrones – também está sendo adaptado para as telinhas (pelo canal Starz), só que ainda não chegou ao Brasil (nem temos notícias ainda sobre isso):

Apesar do que minha afirmação anterior possa ter dado a entender, não eu não acho que as histórias sejam parecidas. Na série de tv pode haver uma remota semelhança pela quantidade de combates e algumas cenas mais gráficas, mas se resume a isso, sério. Histórias, tempos e temáticas bem diferentes.

A série deve agradar a muita gente, homens e mulheres, graças às cenas de ação,já o livro eu posso afirmar com uma certa experiência, que é bem mais voltado ao público feminino, e o motivo tem nome, sobrenome e toda uma magia ruiva escocesa no ar: James Alexander Malcolm MacKenzie Fraser, ou simplesmente Jamie Fraser:

Jamie

Bless this kilt.

A porção central do livro tem muito, muito, muito sexo mesmo. Não que eu esteja reclamando, ou que o livro seja erótico ou tenha essa linguagem, mas é bem sexy e talvez me arrisco a dizer que tem algumas das melhores cenas de literatura que não é especializada no assunto, se é que me entendem… Mas né, como o livro é narrado em primeira pessoa pela Claire, é claro que o foco fica nas descrições do Jamie e as mulheres agradecem, a lot.

E novamente, não que a história seja ruim ou só um romancezinho água com açúcar, a história é realmente muito boa (há várias cenas de combates e contexto histórico real envolvido), envolvente e um daqueles livros para devorar sem conseguir largar, do começo ao fim. Mas se você é um mocinho hétero, talvez fique meio enjoado de ler tanto sobre os atributos físicos e talentos conjugais do Jamie em algum momento. Já eu, compraria todos os livros da série mesmo que se resumisse a isso, porque é um personagem muito bem construído para criar uma certa obsessão feminina.

Ah, a série Outlander conta com 8 livros publicados até o momento lá na gringa (Outlander, Dragonfly In Amber, Voyager, Drums of Autumn, The Fiery Cross, A Breath of Snow and Ashes, An Echo In The Bone, Written In My Own Heart’s Blood), e a autora quer que a série conte histórias do passado até o ano 1800, no oitavo livro ela chega até 1775 (pelo que li em fóruns), então ainda não dá para saber quantos livros serão publicados ao todo, a própria autora ainda não se pronunciou sobre quantos livros no total irá publicar.

No Brasil, dá pra encontrar em sebos até o sétimo livro da série em edições antigas da Rocco, que eu não entendo porque não divulgou tanto a série que faz sucesso há tempos lá fora. Aqui, só está ganhando atenção agora graças à adaptação para a série televisiva. Mas, se você quiser esses volumes novos com a edição da Saída de Emergência, eles já disponibilizaram para vendas até o segundo livro, A Libélula no Âmbar.

Esse foi um dos livros comprados na bienal do livro 2014, e é um livro caro, mas acho que vale cada centavo e tá mais do que recomendado. Vale a pena dar uma pesquisada para encontrar alguma promoção do primeiro volume, agora que o segundo já está a venda também. Confesso que deu vontade de correr pro segundo livro e deixar todas as outras leituras atrasadas para trás…

Ah, e pra terminar um gif assim, só como incentivo pra embarcar em Outlander:

Onde é que eu assino?

Onde é que eu assino?

Gostou da nossa resenha? Então aproveite a oportunidade para comprar o seu livro pelo Submarino com o link do Bookeando e nos ajude a manter o site!

0

O Doador de Memórias terá segundo livro lançado no Brasil

Depois de anos de espera aos fãs da obra O Doador de Memórias, a editora Arqueiro divulgou o segundo livro da trilogia de Lois Lowry que deu origem ao filme que está em cartaz. A Escolhida finalmente ganha capa e previsão de lançamento para novembro.

escolhida

[SINOPSE: Nora, uma órfã de perna torta, vive em um mundo onde os “fracos” são deixados de lado. A partir do momento da morte de sua mãe, ela teme por seu futuro até que é perdoada pelo Conselho de Guardiões. A razão é que Nora tem um dom: seus dedos possuem a habilidade de bordar de forma extraordinária. Ela supera a habilidade de sua mãe, e lhe cabe a tarefa que nenhum outro membro da comunidade pode fazer. Enquanto seu talento a matem viva e traz certos privilégios, ela percebe que está rodeada de misterios e segredos, mas ninguém deve saber sua intenção de descobrir a verdade sobre o mundo]

1

Revelada a capa nacional de O Mundo de Gelo e Fogo

A Editora Leya disponibilizou em sua fanpage do facebook a capa nacional do super lançamento aguardado por todos os fãs da obra de George R. R. Martin, a grande enciclopédia do universo criado por ele, O Mundo de Gelo e Fogo terá esse visual no Brasil:

o mundo de gelo e fogo

O Mundo de Gelo & Fogo – A História Não Contada de Westeros e As Crônicas de Gelo e Fogo, contará a história dos sete reinos desde a conquista Targaryen até os dias atuais, com especiais sobre formações de territórios, grandes casas, e muitas, muitas ilustrações de vários artistas. A capa foi feita pelo francês Marc Simonetti, responsável pelas ilustrações da nossa versão dos livros, e também pela versão mais realista do trono de Ferro, de acordo com o próprio Martin.

O livro já está em pré venda em alguns sites, o preço sugerido é de R$119,90(ouch!) e a data de lançamento oficial é 13 de novembro de 2014.

0

Animais Fantásticos e Onde Habitam será uma trilogia!

Olha aí Peter Jackson fazendo escola…

Warner Bros fez um grande anúncio – mas não necessariamente surpreendente – nesta quarta-feira, revelando que a série spinoff do universo Harry Potter, Animais Fantástico e Onde Habitam será lançada como uma trilogia, e não um filme único.

Animais Fantásticos e Onde Habitam

O primeiro volume está com o lançamento programado nos EUA para 8 de novembro de 2016 (aguardamos confirmação da data de lançamento no Brasil), e os dois subsequentes para 2018 e 2020. David Yates, que dirigiu os últimos filmes de Harry Potter (desde A Ordem Da Fênix) irá dirigir o primeiro filme, mas ainda não está confirmado para os outros dois.

A série marca o retorno ao universo fantástico criado por J. K. Rowling e conta a história de Newt Scamander, um zoologista de animais mágicos que escreveu um dos livros texto usado pelos alunos de Hogwarts na matéria de Trato das Criaturas Mágicas. A história dos filmes acontece 70 anos antes dos acontecimentos da série Harry Potter. O filme deve ser baseado – ao menos em partes – no livro homônimo escrito por Rowling em 2001.

0

Resenha: Battlefield 4 – Contagem Regressiva

Battlefield 4 Contagem Regressiva Peter GrimsdaleLivro: Battlefield 4 – Contagem Regressiva

Autor: Peter Grimsdale

Editora: Galera Record

Mais uma resenha para o nosso especial Literatura Gamer, com o melhor dos games em suas versões literárias. Dessa vez presenciamos algo um pouco incomum, pois normalmente defendemos a ideia de que mesmo baseados em franquias de games, os livros conseguem ser apreciados por todos os públicos. Não podemos dizer o mesmo para o trabalho de Peter Grimsdale, que criou uma história simples e prática focando apenas o público que já conhece a série Battlefield.

Acompanhamos a jornada de Lazlo Kovic, personagem conhecido para quem jogou Battlefield 4, com seu grupo de soldados rumando em direção à China, pela fronteira com a Coréia do Norte. Aparentemente a movimentação do grupo acaba sendo descoberta e Kovic, além de torturado, é obrigado a assistir todos os seus companheiros serem assassinados. O que poderia ser pior que uma tentativa de acordo entre China e EUA? Um inimigo invisível e em comum para ambos os países, e é nessa premissa que o livro se sustenta.

Ao contrário do que Andy MacNab fez em Battlefield 3: O Russo, com um livro mais completo por focar na existência de um personagem fundamental para o game da série, Peter Grimsdale não conseguiu fazer o mesmo com esse lançamento da Galera Record. Longe de ser um livro ruim, ele apenas é muito rápido e razo se compararmos com outros livros do mesmo estilo, sem contar quando temos Tom Clancy no mesmo estilo literário. O livro agrada e seu ritmo rápido lembra a jogabilidade da franquia, porém  a possibilidade que a narrativa oferece, sem contar a sua importância por ser um prólogo da história que jogamos em Battlefield 4, não tem o mesmo peso ao terminarmos a leitura.

Com a ajuda de Hannah, agente chinesa e personagem que algumas horas acaba por se tornar mais interessante que Kovic, o agente da CIA começa sua investigação, em todos os níveis de ambos os lados, para entender e encontrar (e aí que não podemos falar mais por causa de spoilers) o responsável por forçar uma guerra entre Estados Unidos e China.

Assim como nos games, a violência existe, mas na narrativa ela está presente por um bom motivo: Kovic sempre faz o necessário para atingir seus objetivos, o que dá ao livro um fôlego ainda maior e a leitura acaba sendo rápida o bastante para você ir de um capítulo a outro curioso para saber o que acontecerá e quem pode ser o próximo assassino a ser revelado ou quem está por trás do estopim que levará à essa guerra armada.

Com poucos plot twists, porém interessantes quando usados, a história surpreende pela fora como a trama de conspiração é formada e como vamos descobrindo aos poucos, junto com Kovic. Só espero que quando tivermos um Battlefield 5 o livro seja menos dinâmico e com mais peso dramático, afinal Hardline é o próximo game da franquia e promete um Modo História bem interessante.

Gostou da nossa resenha? Então aproveite a oportunidade para comprar o seu exemplar pelo link do Submarino no Bookeando e nos ajude a manter o site!

0

Anunciado mais um livro da série Maze Runner

A série Maze Runner (que está com tudos nos cinemas) ganhará um novo livro: “The Fever Code” será um prequel da trilogia, nele será explorado a criação do Labirinto e como os Clareanos entraram nele. James Dashner disse que sempre teve a intenção de escrever esse livro, onde Thomas, Teresa, Minho, Newt, Alby, entre outros, retornam e ele explica sobre como tudo começou. A previsão de lançamento é para 2016, ainda sem mês exato.

mazerunner

O segundo filme da franquia baseada nos livros, “Maze Runner — Prova de Fogo”, estreará em 17 de setembro de 2015.No Brasil, os livros da série são publicados pela editora A&R.

0

Instrumentos Mortais será adaptado para série de TV

Os Instrumentos Morotais Cidade dos Ossos (Movie tie-in Capa com pôster do Filme)Ja faz mais de um ano desde o lançamento do filme Cidade dos Ossos, adaptação do primeiro volume da série Instrumentos Mortais escrita por Cassandra Clare.

O filme foi considerado um fracasso de bilheteria fazendo apenas 31 Milhões resultando no cancelamento do segundo filme, mas os livros continuam a lançar e a vender mais do que nunca. A Constantin Films, sendo incapaz de desperdiçar um grande titulo como esse decidiu levar a historia dos Shadowhunters para a televisão.

Ed Dector (Helix) será o criador e escritor da série que, segundo ele, irá ignorar o primeiro filme e recomeçar  Cidade dos Ossos. Também é pouco provavél que o elenco do filme retorne ja que a maioria tem agenda ocupada e um salário muito alto para TV. Dector diz que a série será vendida primeiramente para um canal pago como Showtime, HBO ou Starz e que procura desenvolver um arco de 13 episódios por temporada como a nova e popular Outlander, também uma adaptação.

Não existe qualquer previsão de estréia para a série, mas fique de olho no Bookeando para mais informações!

0

Resenha: Never Sky – Sob o Céu do Nunca

Never Sky Sob o Céu do NuncaLivro: Never Sky – Sob o Céu do Nunca

Série: Never Sky

Autor: Veronica Rossi

Editora: Prumo

Olá Leitores do Bookeando! Quando vocês entram em alguma livraria, já tiveram a sensação de algum livro “te chamar”? Eu sei, meio bizarro, mas foi isso que aconteceu comigo com A Ilha dos Dissidentes da autora Bárbara Morais. Eu estava na bienal do Rio do ano passado e toda vez que passava na frente do estande da Editora Gutenberg, sempre me despertava um desejo de conhecer a história do livro, então como boa bookaholic que sou, acabei comprando. Ah sim… Sou a Laila Ribeiro, membro da equipe do site www.sobrelivros.com.br e bicona aqui no Bookeando. Ficarei honrada em responder aos comentários e se quiserem prolongar o bate papo podem me adicionar nas redes sociais (Twitter e InstagranFacebook).

LEIAM NEVER SKY! LEIAM NEVER SKY! LEIAMNEVERSKYLEIAMNEVERSKYLEIAMNEVERSKY!!! Abro essa resenha implorando para que todos aceitem meu pedido desesperado para que embarquem no universo incrível de Never Sky!

“Pode me culpar se essa acabar sendo a melhor noite da sua vida”

Ainda agora, depois de tantos dias que terminei a leitura, sinto meus braços se arrepiando ao relembrar essa história mágica, permeada de aventura, ação e romance, em um clima sombrio e apocalíptico que toda distopia deveria estar imersa.

A trilogia Never Sky é escrita pela brasileira Veronica Rossi, que durante sua infância viveu em diversos países do mundo até fixar residência no norte da Califórnia, onde atualmente vive com o marido e dois filhos. No Brasil, apenas o primeiro volume da trilogia, Sob o Céu do Nunca, foi publicado pela Editora Prumo até o momento e já teve seus direitos de adaptação cinematográficos vendidos para os estúdios Warner Bros.

Sob o Céu do Nunca apresenta a história da personagem Ária, uma garota que vive em um futuro não determinado. Todos estão enclausurados em um grande complexo que fornece tudo que é necessário para sua sobrevivência. Mais que acesso restrito ao mundo exterior, os humanos tem verdadeiro pavor de sair de dentro de complexo.

E para não sentirem sufocados com tantas restrições, a humanidade desenvolveu um aparelho – o olho mágico – e um universo virtual onde todos estão conectados 24 horas por dia – os Reinos. Dentro dos Reinos, as pessoas podem ser o que quiserem, ter as experiências que quiserem. É uma realidade virtual que engloba todos os sentidos e que tem a vantagem de ser totalmente seguro.

A mãe de Ária, Lumina, é uma cientista muito importante e no começo da narrativa ela está perdida. Lumina foi para outro complexo realizar um trabalho pontual, deixando Ária em segurança, mas faz dias que Lumina não entra em contato. Ária está preocupada com a mãe e precisa encontrar uma forma de entrar em contato com ela e verificar se está tudo bem.

Com esse objetivo em mente, Ária coloca um plano em ação. Ela irá se aproximar de Soren, filho de um dos cônsules, para que ele a ajude. Mas para isso ela deverá se submeter a alguns caprichos do rapaz, o que poderá comprometer a sua própria segurança. Soren propõe levar dois de seus amigos, além de Ária e mais uma amiga a um setor desativado do complexo, o Ag 6, onde eles poderão agir livres das restrições impostas pela utilização do olho mágico de cada um.

Mas a brincadeira desemboca em um acidente grave, que terá consequências terríveis para os elos mais fracos. Toda a inteligência, auto controle, objetividade e persistência de Ária será posta a prova, e com uma ajuda bem relutante ela deverá descobrir seu novo caminho, além de tentar descobrir o que aconteceu com sua mãe.

“Todos se sentem perdidos às vezes. É a maneira de agir de uma pessoa que a distingue das demais”

Em outro ponto da narrativa, está Peregrine. Sua tribo é considerada selvagem para a comunidade de Ária. Os selvagens vivem no mundo exterior, convivendo com todos os perigos desse mundo que está em vias de ebulição. Peregrine é o irmão mais novo do líder da tribo dos Marés, e seu sobrinho está doente. Perry luta para encontrar uma forma de salvar o sobrinho, mas na atual circunstância, em que a tribo luta pela sobrevivência em um terreno golpeado por tempestades de Éter, ele se vê tendo que seguir todas as ordens do irmão que ele julga ser incapaz de conduzir adequadamente as ações da tribo.

O mundo destruído que sobrevive sob ruínas se encontrará com o mundo superprotegido. Mas não se enganem: tudo está ruindo. Nossos personagens terão que superar tantas adversidades, tantos contratempos. A narrativa é ágil e em apenas 333 páginas somos arremessados em diversas situações e constatações.

A narrativa é sublime, envolvente, cativante. Os personagens são dotados com qualidade e defeitos e nos parecem tão reais… A evolução é palpável e o universo construído é inebriante. Chego a tremer de ansiedade para ler a sequencia e conferir a adaptação nos cinemas.

A edição da Prumo está lindíssima. A capa apresenta o céu do nunca, esse céu coberto pelo Éter que pode ser sinônimo de destruição e força. Todo início de capítulo tem a folha decorada e os capítulos são narrados em terceira pessoa, hora acompanhando os passos de Ária, hora Peregrine.

Indico o livro veementemente. É uma excelente indicação para jovens e adultos, que amam distopias, ficção científica e cenários apocalípticos… e com um dedinho de fantasia. Não começaram ainda? Boa leitura!

Gostou da nossa resenha? Então aproveite a oportunidade para comprar o seu exemplar pelo link do Submarino no Bookeando e nos ajude a manter o site!

0

Contos da série Fallen chegam ao Brasil em Anjos da Escuridão

Depois de atingir a marca de 1 milhão de exemplares vendidos, a série Fallen, escrita por Lauren Kate, retorna às livrarias com o lançamento de Anjos da Escuridão.

Anjos da Escuridão Fallen Lauren Kate

Oferecendo uma visão adicional ao mundo de Fallen, Anjos na escuridão conta sete histórias inéditas. Acompanhe Ariane num arroubo consumista, Daniel vagando pelas ruas de Los Angeles, Miles flertando com a escuridão, uma cena desagradável em Shoreline e até mesmo o incêndio que leva Luce para o internato.

Cada uma dessas aventuras ilumina um pouco mais o que se passou durante os séculos em que Daniel e Luce tentaram vencer a maldição. Mergulhe nos bastidores do romance mais comentado do planeta.

0

Dois novos livros de Kami Garcia para o mês de Outubro

A editora Record está fazendo a alegria dos fãs da autora Kami Garcia com o lançamento de dois novos livros escritos por ela. Sirena, primeiro volume de Dangerous Creatures, spin-off do sucesso Beautiful Creatures. O segundo lançamento é Inquebrável, primeiro volume da série Legião, e o novo sucesso pós-Beautiful Creatures que a autora já conseguiu emplacar.

Dangerous Creatures Sirena

Sirena – Dangerous Creatures Vol. 1

[Sinopse: Nessa nova série das autoras de Beautiful Creatures, conhecemos melhor Ridley Duchannes, prima de Lena. Ridley nada tem de heroína de romances açucarados; ela é uma Sirena, e não hesita em usar seus poderes para enfeitiçar o que cruzar seu caminho, sejam Conjuradores das Trevas, Incubus ou Mortais. Desde que sua família lhe virou as costas, só lhe restou a prima e, claro, seu namorado Link. O jovem roqueiro não se importa se o temperamento difícil e nada confiável de Ridley não são as melhores qualidades para se procurar em uma namorada e quando parte para Nova York em busca do sonho de se tornar um rockstar, resolve levá-la junto. Mas logo os dois descobrirão que a cidade que nunca dorme pode ser um lugar perigoso mesmo para uma Sirena rebelde.]

Inquebravel Kami Garcia

Inquebrável – Legião Vol. 1

[Sinopse: Kennedy Waters sempre achou que espíritos vingativos fossem coisa de cinema, até a morte de sua mãe. E quando os gêmeos Jared e Lukas Lockhart invadem sua casa para lhe livrar de um destino igual, ela que descobre que o véu entre o mundo dos vivos e dos mortos é muito frágil.

Integrantes da Legião da Pomba Negra, uma sociedade secreta criada para proteger o mundo de um demônio, os irmãos precisam convencer Kennedy de que sua mãe era uma integrante da Legião. E de que a menina é a herdeira legítima de seu poder.

Para vencer Andros e seus asseclas, a única chance da Legião parece estar em um dispositivo chamado Engenho, cujos componentes são guardados por entidades horripilantes. Mas, enquanto buscam o cilindro, são assombrados pelo mais perigoso dos triângulos. E Kennedy precisa decidir: Jared ou Lukas?]

0

Resenha: O Pergaminho Sagrado

O Pergaminho Sagrado Anton GillLivro: O Pergaminho Sagrado

Autor: Anton Gill

Editora: Record

Oliver Bowden, aquele mesmo autor da série Assassin’s Creed, não consegue se esconder por trás do pseudônimo de Anton Gill e faz com que O Pergaminho Sagrado seja uma versão mais adulta do que os seus livros sobre a franquia de games da Ubisoft não puderam ser. Ainda com resquícios da ação misturada com o painel histórico de fundo, que muito lembra um encontro de Dan Brown com o filme O Tesouro Perdido, o livro consegue agradar.

Quando um grupo de arqueólogos começa a investigar a tumba de Enrico Dandolo, o poderoso magistrado de Veneza e líder da sanguinária Quarta Cruzada, ninguém imagina as consequências catastróficas dessa pesquisa. O líder dos venezianos guardava muitos segredos e, antes de morrer, fez questão de dar instruções sobre como deveria ser sepultado, pois algumas informações precisavam ser enterradas com ele. Oitocentos anos mais tarde, após encontrar o túmulo de Dandolo, três arqueólogos são sequestrados e desaparecem sem deixar rastro. Tudo o que resta dentro da tumba é uma estranha chave com um antigo código inscrito. Assim, os agentes da Interpol Jack Marlow e Laura Graves são convocados para investigar o misterioso caso, e logo descobrem que Dandolo guardava a verdadeira história por trás dos Cavaleiros Templários.

O autor acertou ao fazer com que a narrativa se passe em dois períodos diferentes, porém ao mesmo tempo para que o mistério do desaparecimento seja solucionado. Durante a leitura acompanhamos a história de Dandolo em 1.204 A.C. e os dias atuais, com Jack e Laura. Toda a descrição e ambientação são perfeitas e já conhecidas da série Assassin’s Creed, porém Gill ainda consegue surpreender por toda carga histórica ao tratar sobre a Quarta Cruzada e até mesmo a crueldade dos Templários ao matar cruelmente em nome de Deus.

Contrapondo o brilhantismo da narrativa, Gill esbarrou em um personagem fraco ao desenvolver Jack Marlow e isso fez com que a história se desdobrasse muito lentamente. Afinal sabemos desde o início sobre o misterioso objeto que desperta um poder absoluto à quem possuí-lo, que foi descoberto em Alexandria, e nos dias atuais despertou a curiosidade de alguém poderoso (e que não podemos falar muito para não revelar spoilers sobre a história!). Jack não é um personagem ruim, porém o todo da história acaba sendo mais interessante do que o seu papel dentro do livro, principalmente quando Enrico Dandolo se torna ainda mais interessante que o “personagem principal”.

Lendo o livro lembrei muito de seriados americanos. Jack e sua equipe pareciam ter sido retirados de Bones, The Killing ou qualquer outra série policial em que o investigador tem seus problemas pessoais como um fator que contribua para sua profissão. Porém o que faltou foi um pouco mais de ação, mas que não deixou a desejar em mistério e trama policial para fechar toda a trama com o final do livro.

Por fim, a leitura ainda reserva uma grande reviravolta ao percebermos que o passado de Dandolo não está muito bem relacionado com o presente de Jack e é aí que a história surpreende ao revelar uma terceira linha do tempo! Isso mesmo… E tudo isso te levará ao desfecho, solucionando mais do mistério que está ao redor desse objeto misterioso.

Lembrando que O Pergaminho Secreto é apenas um dos 3 livros que tem o investigador Jack Marlow como personagem. Agora é torcer para que a Editora Record traga para o Brasil City of Gold e The Hanging Gale.

Gostou da nossa resenha? Então aproveite a oportunidade para comprar o seu exemplar desse livro pelo nosso link do Submarino para nos ajudar a manter o site!

1

Resenha: Proibido

proibido_valentinaLivro: Proibido

Autora: Tabitha Suzuma

Editora: Valentina

[Sinopse: Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis. Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes. Eles são irmão e irmã. Com extrema sutileza psicológica e sensibilidade poética, cenas de inesquecível beleza visual e diálogos de porte dramatúrgico, Suzuma tece uma tapeçaria visceralmente humana, fazendo pouco a pouco aflorar dos fios simples do quotidiano um assombroso mito eterno em toda a sua riqueza, mistério e profundidade.]

Olá, galera. Lola de novo por aqui. Sei que tenho estado sumida, poréeeeem, a vida está demais atarefada. Arrumei um emprego (yay!) na minha área (yay2!), mas tem sido um caos, por isso tenho ficado sumida, mas nunca vou abandonar vocês, é claro.

Parando com a enrolação e indo direto ao ponto, vamos falar de Proibido! Mais uma publicação maravilhosa da Editora Valentina. Claro que como a maioria das pessoas curiosas do mundo, quando li a sinopse desse livro, me peguei desesperada para lê-lo. O tema, enormemente desafiador fez a leitora incansável que habita dentro de mim querê-lo pra ontem. E eu o fiz em uma semana, devorei as páginas. Você mal pode esperar pelo final. Vou contar pra vocês o porque ele é maravilhoso e ao mesmo tempo angustiante e me demorou pelo menos um mês pra recuperar da ressaca literária.

O livro começa apresentando Lochan, o irmão. Lindo e sem saber deste seu status, tudo se mostra angustiante para este menino-homem. Isso porque o pai deles os largou para viver com outra família e desde então a mãe tem feito o mesmo, saindo com um cara que claramente não os aceita. Então, vemos o universo deste jovem. Que logo se percebe que desenvolveu uma ansiedade quase incontrolável, fazendo com que se isolasse na escola, e resultando em uma pessoa sem amizades e sem nenhum poder de comunicação. Em casa, vemos a real situação da família. Lochan tem 5 irmãos, contanto com ele. Maya, a mais velha, Kit, Tiffin e Willa, que ainda é quase um bebê, com seus 4 anos. É ele quem mantém a família unida, e faz de tudo para que vizinhos ou que o conselho social percebam a real situação que se encontravam.

Claro que ele não levava a tarefa sozinho, Maya a irmã apenas um ano mais jovem que ele, fazia o papel de mãe dos pequenos, tentando manter a família unida.

Desde o princípio você percebe o como a família é realmente destruída e como o desenvolvimento do sentimento de irmão é totalmente negligenciado pelas responsabilidades de pai e mãe que tiveram que tomar desde cedo. É então que o assunto controverso entra na parada. O incesto. O amor entre os dois irmãos, a cada página vai ficando mais evidenciado. A relação de parceria que desenvolveram ao longo do tempo estava longe de ser irmandade, era algo maior. Eles tinham algo muito grande a fazer, vivendo daquele jeito. Aos poucos os desejos começaram a falar através dos corpos. Já nesta hora do livro, você já concebeu a ideia de que o desenvolvimento da irmandade foi interrompido muito cedo, e que na verdade nunca mesmo se viram dessa forma. Porém, as imposições da sociedade sobre a condição também os mantém longe, ainda mais na situação que se encontram. Não poderiam arriscar a família.

“Não há leis nem limites para os sentimentos. Nós podemos amar um ao outro tanto e tão profundamente quanto queremos. Ninguém Maya, ninguém vai tirar isso de nós.”

Mas, é claro que sentimentos não é algo muito fácil de controlar. Os dois se abrem para o belo e perigoso mundo de se amarem, as escondidas, sempre cautelosamente e no final, você está torcendo honestamente que tudo dê certo.

Pra vocês verem como este livro é fascinante. Consegue deixar com que todos os seus preceitos sejam colocados de lado e torce por um casal dessa forma. Maya e Lochan entram pra lista de casais heroicos da vida real.

Indico a todos que queiram passar pela experiência de desafiar seus princípios, mas preparado para tudo. TUDO mesmo. E Editora Valentina, obrigado por mais essa publicação para nós, leitores ávidos por ótimos livros.

0

Novidades sobre o retorno de Twilight

twilightsagaO The New York Times divulgou que a Lionsgate vai voltar a gravar “Twilight” em uma série de curtas que devem ser lançados pelo Facebook. Confirmando ainda a participação de Kristen Stewart nos curtas da nova produção!

Stephenie Meyer  irá selecionar “cinco mulheres aspirantes a diretor” para trabalhar com os curtas centrados nos personagens do universo de “Crepúsculo”. “A voz feminina é algo que vem sendo mais e mais importante para mim conforme eu trabalho na indústria de cinema,” Meyer disse ao Times.

Quanto a usar o Facebook como uma plataforma para lançar os novos filmes da franquia “Crepúsculo”, Michael Burns da Lionsgate disse: “Nós acreditamos que Facebook é um ótimo jeito de introduzir o mundo de ‘Crepúsculo’ para uma nova audiência enquanto re-energizamos os fãs que já existem.” Ele adicionou que os mini-filmes “são somente o início — um modelo, se você quiser.“

Que gostinho de nostalgia!!!!

0

Lançamentos | Novidades editora Rocco para o mês de outubro

Vamos conferir os lançamentos do mês de outubro da nossa parceira Rocco?

Quatro: Histórias da série Divergente

QUATRO: Histórias da série Divergente, Veronica Roth

[Sinopse: Reunindo quatro histórias da série Divergente contadas da perspectiva do personagem Tobias, e três cenas exclusivas, Quatro – Histórias da série Divergente oferece aos fãs da saga criada por Veronica Roth a chance de conhecer melhor a personalidade de um personagem fascinante e complexo e a chance de mergulhar mais fundo na sociedade dividida em facções criada pela autora. Com mais de 21 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, a série Divergente chegou aos cinemas com Shailene Woodley e Theo James nos papéis principais.]

Leia um trecho aqui.

Em breve, resenha aqui no Bookeando!

 

POR VOCÊ – Fixed #1, Laurelin Paige

[Sinopse: Um homem rico, lindo, charmoso e que estranhamente não tem capacidade para amar; uma mulher extremamente sexy e inteligente que lida com o vício de se agarrar emocionalmente aos parceiros. É através desses dois protagonistas aparentemente tão diferentes, que a autora Laurelin Paige apresenta Por você, primeiro volume da trilogia Fixed, maior sucesso de autopublicação do mercado norte-americano e  primeiro título independente a chegar ao topo da lista dos mais vendidos do The New York Times, categoria e-book. Com alto teor de romantismo, sensualidade e erotismo, as histórias de Paige chegam ao Brasil pelo Fábrica231, novo selo de entretenimento da Rocco.]

A MENINA QUE TINHA DONS, M. R. CAREY

[Sinopse: Cultuado autor de quadrinhos e roteiros da Marvel e da DC Comics, entre eles algumas das mais elogiadas histórias de X-Men e O Quarteto Fantástico, o britânico M. R. Carey apresenta uma trama original e emocionante em sua estreia como romancista com A menina que tinha dons, lançamento do selo Fábrica231. Aclamado pela crítica, o livro se tornou um bestseller imediato na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos ao contar a história de Melanie, uma menina superdotada que faz parte de um grupo de crianças portadoras de um vírus que se espalhou pela Terra e que são a única esperança de reverter os efeitos dessa terrível praga sobre a humanidade. Uma comovente história sobre amor, perda e companheirismo encenada num futuro distópico.]

DEVASTADORAS – Pretty  Little Liars #12, Sara Shepard

[Sinopse: Décimo segundo volume da série de sucesso internacional Pretty Little Liars, Devastadoras traz as quatro belas mentirosas de Rosewood em alto-mar. Afinal, nada como férias em um cruzeiro luxuoso para esquecer os problemas dos últimos tempos e as perseguições de A. Mas parece que a maré não está muito favorável para o quarteto, pois quanto mais tentam esquecer o passado e viver novas histórias, mais Emily, Aria, Spencer e Hanna se afundam num mar de segredos e perigos, sempre sob o olhar atento e misterioso de A. Será que o tão sonhado cruzeiro levará as jovens para o naufrágio definitivo?]

IRONSIDE – O mundo de ferro, Holly Black

[Sinopse: Último volume da trilogia Fadas Ousadas e Modernas, iniciada com Tithe e seguida de ValiantIronside traz a jovem fada Kaye deslocada na malévola corte Indigna e apaixonada por seu novo governante, Roiben. Mas ao se declarar, depois de beber mais do que deveria, Kaye é enviada numa missão aparentemente impossível e se vê envolvida em batalhas perigosas. A série da consagrada autora de fantasia Holly Black rompe com os estereótipos apresentando um reino mágico que une elementos góticos com toques de cultura pop onde o singelo e o cruel se fundem.]

0

Resenha: Champion

ChampionLivro: Champion – Do Caos e Da Lenda Surgirá Um Campeão

Série: Legend

Autora: Marie Lu

Editora: Rocco – Jovens Leitores

Aviso: Este texto contém spoilers (revelações sobre o enredo) sobre Legend e ProdigyClique aqui e leia as resenhas feitas pela equipe do Bookeando.

[Sinopse: June e Day abriram mão de muita coisa pelo povo da República, sem falar no quanto sacrificaram um pelo outro. Agora o país está vivendo um novo momento. June voltou a ser celebrada menina-prodígio da República, ocupando uma posição privilegiada dentro do governo como Primeira Cidadã, enquanto Day passou de criminoso mais procurado do país a herói nacional e garoto-propaganda do governo de Anden.

Nenhum dos dois, no entanto, poderia ser capaz de prever as circunstâncias que os reuniriam novamente.

No momento em que a paz parece iminente, um vírus mortal começa a espalhar o pânico nas Colônias, e a ameaça de guerra volta rondar as cidades fronteiriças da República.

A nova praga é a mais mortal de todas, e June é a única que tem a chave para a defesa do país. Mas salvar a vida de milhares de pessoas significa pedir ao seu amor que abra mão de tudo o que lhe restou.]

Oito meses se passaram desde os acontecimentos de Prodigy. Day vive anônimo em São Francisco com Éden, enquanto June segue com o treinamento para Primeira Cidadã. O tratado de paz que estava sendo articulado com as Colônias é ameaçado por uma epidemia mortal que teria sido causada por armas biológicas.

Depois de meses sem se verem, Day e June se reencontram para tentar deter uma iminente guerra e auxiliarem o Primeiro Eleitor. Mas depois de tantas traições e mudanças de lados, pode-se confiar em Anden? Além de lidarem com questões políticas, como ficam os sentimentos que um tem pelo outro?

Encerrando de forma brilhante a série LegendMarie Lu nos brinda com sua narrativa ágil e sensível, dura e contestadora. No livro anterior, o leitor fica sem fôlego nos últimos capítulos, devido as escolhas feitas. Neste, estas escolhas são novamente questionadas. Razão ou emoção? Qual deve prevalecer? Como lidar ainda com tantas perdas? Será possível superar e esquecer?

O que me encanta na série é a humanidade dos personagens. As críticas embutidas nas entrelinhas. Que às vezes não há certo ou errado. Que se agiu conforme as circunstâncias do momento. Mesmo com a impressão de que em Champion algumas situações tiveram uma solução simples demais, o final apresentado a jornada faz com que perdoamos a autora. Surpreendente e de certa forma pungente, o desfecho mostra que as escolhas que fazemos nem sempre se alcança o fim desejado.

A edição continua caprichada, com a capa tendo partes em relevo, as bordas com tom chamuscado/envelhecido e fontes diferenciadas para podermos diferenciar o narrador, seguindo o belíssimo trabalho das edições anteriores, que saíram pela Prumo.

Vou sentir saudades da série Legend, mas ao mesmo tempo na expectativa da nova série da autora, que será lançada em 07 de outubro de 2014 nos Estados Unidos, chamado The Young Elites e torcendo para que a Rocco traga logo para o Brasil.

0

Resenha: A Queda de Arthur

Bookeando A queda de ArthurLivro: A Queda de Artur

Autor: J. R. R. Tolkien

Editora: Martins Fontes

[Sinopse: A Queda de Artur, única incursão de J. R. R. Tolkien nas lendas do rei Artur, pode ser considerada sua empreitada mais primorosa e competente no uso da métrica aliterante do inglês antigo, em que ele acrescentou à sua percepção das antigas narrativas um sentido da natureza ameaçadora e fatal de tudo o que é contado: a expedição de Artur a longínquas terras selvagens, a fuga de Guinevere de Camelot, a grande batalha naval na volta de Artur à Grã-Bretanha, a descrição do traidor Mordred, as dúvidas que atormentavam Lancelot em seu castelo francês.]

O que falar sobre o livro que eu citei em um dos últimos podcasts que gravamos como o que eu mais aguardava ler em 2014? Esse foi um dos livros que adquiri por conta própria e acabou na pilha da vergonha por muito tempo, até porque vocês devem imaginar que nossa carga de leitura não é nada pequena. A empolgação era grande, mas será que o conteúdo supriu as expectativas?

Já respondo que sim e não. Parece confuso? Pois é. Me aventurar por A Queda de Artur foi um desafio tão épico quanto a história em si, e já vou explicar o porquê. Para começar, eu cometi um erro crasso comigo mesma. Peguei o original em Inglês, afinal não seria a primeira, nem a ultima leitura no idioma, nem mesmo a primeira obra do Tolkien que eu leria no idioma original. Confiei demasiado no taco do meu Inglês, que é usado diariamente, inclusive, e me deparei com um monstro que precisou ser enfrentado com uma armadura completa e uma gramática da língua Inglesa ao lado.

O livro é em verso. Não só verso, como em métrica antiga. E não tem quase nada do idioma contemporâneo. Sentei, chorei, tive vontade de desistir, mas persisti, afinal tinha sido um livro caro (peguei a versão hardcover, é tão bonita…) e eu queria mesmo muito ler. Tomei coragem e enfrentei meu Nazgûl literário, e em algumas horas eu já tinha acabado as parcas 50 e poucas páginas da história, que retrata expedições e batalhas de Artur, o complô de Mordred, cita Lancelot por cima e… Acabou.

Calma, o quê? É, eu sabia que a história estava inacabada, mas wow! O conteúdo em si é fastástico, Tolkien continua sendo surpreendente, há maestria na técnica, mas há pouquíssimo conteúdo disponível e 70% do livro vendido sob autoria de J. R. R. Tolkien foi escrito por outro membro da família, Christopher Tolkien.

É amiguinhos, me senti ludibriada. O Christopher tem todo o direito de lucrar com as obras do pai? É claro. Mas precisava transformar A Queda de Arthur num livro? Debatível. Pareceria muito mais honesto com os fãs assumir a autoria do volume, e chamá-lo de algo parecido com “Um Estudo dos Excertos inéditos de Tolkien”, mas talvez não vendesse tanto se não tivesse o J.R.R. estampando a autoria, não é?

Ou então A Queda de Arthur podia entrar em uma coletânea com outros trabalhos inacabados do autor. Sejamos honestos, você estará pagando bem mais sobre o estudo do Christopher sobre a obra, do que a obra em si. Então, se me permitirem um conselho, a não ser que queira muito adquirir o original em Inglês com capa dura por motivos de coleção o fanatismo, vá na versão nacional econômica, que tem um preço até justo pelo que é oferecido…

0

Confiram a capa de Dragão de Gelo de George R. R. Martin

Enquanto Os Ventos do Inverno não vêm… Frase já tá virando rotineira no blog né? Não que estejamos cobrando tio Martin, é só que a espera é de matar, sem trocadilhos.

Enfim, às boas novas: mais um trabalho do velhinho malvado será lançado no Brasil pela editora Leya, desta vez o conto infantil O Dragão de Gelo, que chega às livrarias Brasileiras bem no dia 12 de outubro, presentão de dia das crianças, e não só pras crianças, né? E o mais legal de tudo? O livro vai ser lançado no Brasil antes mesmo de sair na gringa! #TodosComemora

Confiram abaixo como vai ser a capa nacional e a sinopse dessa maravilha (que já estamos desejando e na fila da livraria para por nossas mãos em um exemplar):

Bx80crhIcAAX3zi

[Sinopse: O dragão de gelo era uma criatura lendária e temida, pois nenhum homem jamais havia domado um. Quando sobrevoava o mundo, deixava um rastro de frio desolador e terras congeladas. Mas Adara não tinha medo. Pois Adara era uma criança do inverno, nascida durante o frio mais intenso de que alguém tinha memória. Adara não se lembrava de quando viu o dragão de gelo pela primeira vez. Parecia que a criatura sempre estivera em sua vida, avistada de longe enquanto ela brincava na neve gelada durante muito tempo depois de as outras crianças terem fugido do frio. Aos quatro anos ela o tocou, e aos cinco montou no dorso imenso e gelado do dragão pela primeira vez. Então, aos sete anos, em um dia calmo de verão, dragões de fogo vindos do norte desceram sobre a fazenda pacífica que era o lar de Adara. E apenas uma criança do inverno e o dragão de gelo que a amava poderiam salvar o seu mundo da completa destruição.
O dragão de gelo marca a muito esperada estreia na literatura infantil de George R. R. Martin, o premiado autor da série As Crônicas de Gelo e Fogo, e se passa no mesmo mundo. Com ilustrações fantásticas do aclamado artista Luis Royo, O dragão de gelo é uma história inesquecível de coragem, amor e sacrifício, escrita por um dos autores de fantasia mais celebrados de todos os tempos.]

O Dragão de Gelo terá 128 páginas, e o preço sugerido é de R$32,90.

Manhê, eu quero!

0

Divulgada música da trilha de “Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1″

Foi divulgada na íntegra Yellow Flicker Beat, música da cantora neozelandesa Lorde para Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1.

Lorde - Yellow Flicker Beat

Confiram!

I’m a princess cut from marble, smoother than a storm
And the scars that mark my body, they’re silver and gold
My blood is a flood of rubies, precious stones
It keeps my veins hot, the fires find a home in me
I move through town, I’m quiet like a fire
And my necklace is of opal, I tie it and untie it

And our people talk to me, but nothing ever hits
So people talk to me, and all the voices just burn holes
I’m going in (ooh)

This is the start of how it all ever ends
They used to shout my name, now they whisper it
I’m speeding up and this is the
Red, orange, yellow flicker beat sparking up my heart
We rip the start, the colors disappear
I never watch the stars there’s so much down here
So I just try to keep up with them
Red, orange, yellow flicker beat sparking up my heart

I dream all year, but they’re not the same kinds
And the shivers move down my shoulder blades in double time

And now people talk to me I’m slipping out of reach now
People talk to me, and all their faces blur
But I got my fingers laced together and I made a little prison
And I’m locking up everyone that ever laid a finger on me
I’m going in (ooh)

And this is the red, orange, yellow flicker beat
Sparking up my heart
And this is the red, orange, yellow flicker beat-beat-beat-beat

Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1 estréia nos cinemas brasileiros em 19 de novembro.

Fonte: Mashable

0

Amaldiçoadas, de Jessica Spotswood ganha capa e previsão de lançamento

A espera está quase acabando! Amaldiçoadas, o segundo volume de As Crônicas das Irmãs Bruxas, da autora Jessica Spotswood está previsto para ser lançado em outubro pela editora Arqueiro.

Essa é uma ótima notícia para quem gostou de Enfeitiçadas, primeiro volume da série, que foi lançado em janeiro de 2014.

Confira a capa (que está linda) e a sinopse:

amal

[SINOPSE: Com os Irmãos perseguindo as bruxas como nunca antes, e uma Irmandade dividida Cate precisa desesperadamente entrar em um acordo com seus poderes profetizados. E depois que sua amiga Sachi é presa por usar magia, uma irmã sedenta por guerra oferece para ajudá-la em busca de respostas - se Cate estiver disposta a colocar em risco todos os que ama. Não, Cate não quer ser uma arma, e ela não quer envolver seus amigos e Finn em esquemas da Irmandade. Mas quando Mauro e Tess se juntam à Irmandade, Maura deixa claro que vai fazer o que for preciso para levar as bruxas a vitória. Mesmo que isso signifique sacrifícios. Mesmo que isso signifique passar por cima de Cate. Mesmo que isso signifique uma guerra com tudo e com todos. Na aguardade sequência de Enfeitiçadas, As Crônicas das Irmãs Bruxas seguem Cate, Maura e Tess na busca por amor, proteger a família e explorar suas magias contra todas as probabilidades em uma história alternativa da Inglaterra.]

0

Resenha: Uncharted – O Quarto Labirinto

Livro Uncharted O Quarto Labirinto Christopher GoldenLivro: Uncharted – O Quarto Labirinto

Autor: Christopher Golden

Editora: Benvirá

Todos os leitores do Bookeando já conhecem o nosso especial sobre Literatura Gamer (clique aqui para saber mais) e ele nunca estaria completo sem a nossa resenha de Uncharted, a versão para literatura fantástica da franquia de jogos criada pela Naughty Dog. O Quarto Labirinto, escrito por Christopher Golden, ao contrário de muitas outras obras, não é uma versão romanceada das histórias que se passam nos 3 jogos lançados para Playstation 3.

Depois do assassinato de Luka Hzujak, arqueólogo especialista em labirintos mitológicos, seu amigo de longa data, Victor Sullivan, conta com a ajuda de Nathan Drake para descobrir os responsáveis pelo crime. Surge então o estereótipo do empresário rico e sedento pelos tesouros que os labirintos guardam ao mesmo tempo em que um exército encapuzados misteriosos protegem o segredo milenar dos objetos de estudo de Luka Hzujak.

Sem perder o brilhantismo da forma como contar a história, o livro é uma mistura de Indiana Jones com Dan Brown, deixando aquela lembrança para os fãs dos games que esperam pelas sequências de ação e mistério. Durante a leitura, para os fãs da série de games, fica clara a falta dos puzzles e sequências que exigem a interação do leitor/espectador para chegar à resolução de algum desafio, porém o dinamismo ajuda noa resolução dos mistérios durante a história.

Assim como nos jogos, Jada faz o papel da parte feminina e equilíbrio da história, confrontando e auxiliando Drake em sua jornada. Sobrinha de Sully e o mais próximo que Drake pode considerar como família, ela é o elo entre os estudos sobre mitologia grega, egípcia e chinesa, e a dupla de aventureiros.

Do começo do livro, com a perseguição de Drake em seu jipe, passando pelas paisagens diversas, o autor consegue explorar o cenário para complementar a ação dos personagens e evoluir pouco a pouco cada um deles. Neste ponto existe um problema perceptível e ele está na confiança dos leitores em já conhecerem Drake e Sully, compensando no brilhantismo ao criar e explorar Jada e o vilão (ou os vilões) do livro.

Ao contrário de outras franquias que tem seus jogos adaptados para os livros, Uncharted não tem o livro como parte da cronologia criada para os games. Até sabemos sobre o tesouro de El Dorado, que buscamos no primeiro jogo da série, porém em termos gerais não conseguimos encaixar o livro na timeline da história de Nathan Drake.

As sequências de lutas com faca, fugas, tiroteios e pancadaria generalizada, mesmo que em ritmo diferente e quantidade menor que nos jogos, são grande aliadas ao estilo simples de escrita, fazendo com que o livro termine muito rápido e que te deixará com vontade de conhecer mais sobre o universo caótico de Nathan e Sully.

Todo o trabalho de Golden fica ainda melhor com a edição belíssima da editor Benvirá, que resolveu manter a mesma arte da capa americana, sem contar com a diagramação que ajuda na leitura e não deixa cansativa. Essa é mais uma das editoras que respeita os gamers e aposta em ótimas histórias de literatura fantástica que cada vez mais têm fãs pelo Brasil.

Gostou da nossa resenha? Então aproveite a oportunidade para comprar o seu exemplar pelo link do Bookeando e nos ajude a manter o site!

0

Personagem morto em Game of Thrones confirma retorno para a série

Sinto muito fās dos livros, mas não é nenhuma Lady Stoneheart.

got 5

Enquanto promove seu novo filme Dracula: Untold, Charles Dance disse que veremos Tywin Lannister novamente. Isso deve surpreender alguns já que SPOILERS DA QUARTA TEMPORADA DE GAME OF THRONES Twyin Lannister morreu no season finale da última temporada, morto pelo filho Tyrion.

“Eu não estou totalmente fora da série,” disse Dance “vocês ainda terão mais Tywin Lannister, é tudo que eu digo.”

Fãs dos livros imaginam que isso junto com o fato de que a HBO esteve procurando atrizes para o papel de uma jovem Cersei pode significar que Game of Thrones terá seu primeiro flashback, contando a história da profecia de Maggy para Cersei que aterroriza a mulher ate hoje.

0

Autor de Correr ou Morrer vai escrever novo livro

mazeruPegando carona no sucesso do filme, James Dashner autor do best seller Maze Runner: Correr ou Morrer anunciou nessa semana que irá lançar mais um livro para a série.

Intitulado The Fever Code, o livro será uma prequel para a história original e deve ser lançado em 2016. Dasner diz que sempre quis escrever sobre Thomas, Teresa, Minho, Alby e contar os eventos que os levaram ate o momento em que Thomas acorda no primeiro livro.

Por muito tempo fās estiveram especulando sobre o que realmente causou os eventos do primeiro livro e em breve poderaão descobrir a verdade!

Enquanto isso leitores podem assistir ao filme nos cinemas que vem recebendo fortes números nas bilheterias mundiais.

0

Fortaleza Digital de Dan Brown vai virar série de TV

fortalezadigO livro “Fortaleza Digital”,  primeiro sucesso de  Dan Brown, mesmo autor de “O Código Da Vinci” e “Anjos e Demônios”, será adaptado em forma de série de TV para o canal ABC.

Quem vai comandar a produção é a Imagine Entertainment de Brian Grazer e Ron Howard, mesma produtora que trouxe O Código Da Vinci e Anjos e Demônios para os cinemas.

Em Fortaleza Digital, Brown mergulha no intrigante universo dos serviços de informação e ambienta sua história na ultra-secreta e multibilionária NSA, a Agência de Segurança Nacional americana, mais poderosa do que a CIA ou qualquer outra organização de inteligência do mundo. Quando o supercomputador da NSA, até então considerado uma arma invencível para decodificar mensagens terroristas transmitidas pela Internet, se depara com um novo código que não pode ser quebrado, a agência recorre à sua mais brilhante criptógrafa, a bela matemática Susan Fletcher. Presa numa teia de segredos e mentiras, sem saber em quem confiar, Susan precisa encontrar a chave do engenhoso código para evitar o maior desastre da história da inteligência americana e para salvar a sua vida e a do homem que ama. Uma corrida desesperada se desenrola paralelamente nos corredores do submundo do poder, nos arranha-céus de Tóquio e nas ruas de Sevilha. É uma batalha de vida ou morte que pode mudar para sempre o equilíbrio de forças no mundo. “Fortaleza Digital é o melhor e mais realístico suspense tecnológico lançado em muitos anos. A habilidade de Dan Brown para tratar do conflito entre as liberdades individuais e as questões de segurança nacional é impressionante… Impossível não ficar arrepiado a cada página.

O episódio piloto de Fortaleza Digital já foi encomendado é vai  mostrar uma conspiração internacional envolvendo o supercomputador da NSA, seguindo o mesmo estilo de narrativa misteriosa, que tornou o autor um dos mais bem sucedidos da atualidade.

0

Confira os atores escolhidos para adaptação de Cidade de Papel

O autor John Green divulgou os atores da adaptação de seu romance “Cidade de Papel” Cara Delevingne foi contratada para ser Margo Roth Spiegelman  e vai trabalhar em conjunto com Nat Wolff , que estrelará no papel de Quentin Jacobsen.

cidade

Em Cidades de papel, Quentin Jacobsen nutre uma paixão platônica pela vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman desde a infância. Naquela época eles brincavam juntos e andavam de bicicleta pelo bairro, mas hoje ela é uma garota linda e popular na escola e ele é só mais um dos nerds de sua turma. Certa noite, Margo invade a vida de Quentin pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola, esperançoso de que tudo mude depois daquela madrugada e ela decida se aproximar dele. No entanto, ela não aparece naquele dia, nem no outro, nem no seguinte.  Quando descobre que o paradeiro dela é agora um mistério, Quentin logo encontra pistas deixadas por ela e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele pensava que conhecia. Publicado pela editora Intrínseca no Brasil.

Com direção de Jake Schreier e roteiro de Scott Neustadter e Michael H. Weber – também de A Culpa é das Estrelas, os direitos foram comprados pela Fox, e a produção ficará por conta de Wyck Godfrey e Marty Bowen. A estreia deve acontecer em julho de 2015.

0

Editora Novo Conceito divulga conto grátis da série “O Lado Mais Sombrio”

A editora Novo Conceito divulgou  a capa do conto  “A Mariposa no Espelho”, que faz parte da trama “O Lado Mais Sombrio”,  narrado a partir do ponto de vista de Jeb e Morfeu.O conto também é escrito pela autora  A. G. Howard, ele está disponibilizado para download  GRÁTIS aqui!

amariposa

[SINOPSE: Desejando saber mais sobre aquele com quem disputa o amor de Alyssa, Morfeu mergulha fundo nas memórias de Jeb enquanto este permanece preso no País das Maravilhas. Mas o enigmático Morfeu pode encontrar algo com o que não contava. Nessa nova perspectiva da releitura dark e muito intrigante de Alice no País das Maravilhas, você terá uma amostra deliciosa do que está por vir em Atrás do Espelho.]

0

Resenha: Escola Noturna

Livro: Escola NotuEscola Noturna C J Daughertyrna

Autora: C.J. Daugherty

Editora: Suma de Letras

 [SINOPSE: Quando todos estão mentindo em quem voce confia? Quando a adolescente problemática Allie Sheridan vai presa de novo, seus pais decidem que já estão fartos. Assim, ela é despachada para a Academia Cimmeria, um colégio interno bem distante dos seus amigos londrinos. A academia é uma bela construção, cheia de adolescentes lindos e milionários do tipo que viaja de jatinho, foi criado pela babá e só faz compras nos endereços mais exclusivos. Em Escola Noturna, primeiro volume de uma trilogia, Allie faz novas amizades e conhece Carter, um rapaz solitário com quem ela sente uma conexão imediata. Só que seus colegas, e talvez até alguns dos professores, estão protegendo um segredo sombrio.  uando o perigo começa a rondar os muros da escola e a violência se torna realidade, Allie terá que decidir em quem confiar, se quiser descobrir o que está acontecendo.]

Apesar de nãosaber nada sobre a autora do livro, o título e a sinopse chamaram a minha atenção, e então comecei a ler… a cada página se tornava mais intrigante e, eu não conseguia e nem queria largá-lo, então, definindo este livro em uma só palavra, eu diria: Viciante!

De início, Allie é uma garota que não quer saber de regras, só quer sentir algo… Seja dor, raiva, felicidade, ou qualquer outra coisa. Em sua terceira prisão, ela é levada pelos pais para a Academia Cimmeria, e é lá que a história se desenvolve.

Ao chegar a sua nova escola, ela é recebida por Isabelle, a diretora da escola, o que surpreende é o modo que Isabelle trata Allie, com carinho e proteção. Seus novos colegas são bem receptivos, menos Carter, ele é anti-social por natureza – ou usa isso como proteção – e de cara eles se estranham. Tem Sylvain, o “menino mais popular” do colégio, que Allie fica bem interessada. Ela também faz amizade com a Jo, uma garota feliz na aparência, mas extremamente depressiva.

Tudo está bem, Allie está se adaptando a nova vida, aos novos amigos e paquera. Mas ela nota algo estranho naquela escola, movimentações noturnas. Tudo o que parecia normal, torna-se um nó, nó se segredos e mentiras, e Allie está bem no centro disso.

O colégio acaba por se tornar um lugar perigoso, as pessoas não são o que parecem ser e todo o segredo envolto ao que está acontecendo de ruim está ligado à linhagem de Allie.

Confesso que me senti muito dividida no triângulo amoroso entre Sylvain, Allie e Carter, ao longo do livro fui trocando de preferências, e o final me deixou confusa novamente, mas apaixonada pelos dois.

O que eu sempre gosto em protagonistas é a força que eles possuem, e Allie não é diferente, ela põe sua vida em risco pelos amigos, ela age com coração, e isso sempre me cativa.

A leitura é tão viciante que eu contava as horas, ansiosa, para poder pegar o meu livro e tornar a lê-lo. O que torna um pouco decepcionante o final é que você quer descobrir todos os segredos que cercam a história, mas nem tudo é contado ainda, então, o decepcionante, é não ter a continuação em minhas mãos ainda.

Super indico a leitura!

Gostou da nossa resenha? Então aproveite a oportunidade para comprar o seu exemplar desse livro e nos ajude a manter o site!